Guarulhos abre concurso com 50 vagas de fiscal (ISS)

Entrou em vigor no dia 18 de fevereiro o prazo de inscrição do concurso da Prefeitura de Guarulhos, localizada na Grande São Paulo. O certame visa o preenchimento de 50 vagas para o cargo de inspetor fiscal de rendas (ISS), sendo três reservadas a pessoas com deficiência. 

O emprego público exige diploma de conclusão de curso de nível superior. O salário inicial oferecido é de R$ 6.042,67 (acrescido de produtividade fiscal), para jornada de trabalho semanal de 40 horas. 

Como benefício, os servidores ainda receberão auxílio-alimentação no valor mensal de R$ 495.

De acordo com o edital do concurso da Prefeitura de Guarulhos, são atribuições do inspetor fiscal de rendas VI: 

  • Realizar levantamentos fiscais e auditorias de ordem contábil, financeira, operacional e patrimonial nas pessoas físicas e jurídicas; 
  • informar processos correlatos; 
  • estudar, pesquisar e emitir relatórios de fiscalização;
  • planejar, executar ou participar de programas de pesquisa, treinamento ou aperfeiçoamento relativos à tributação;
  • assessorar e dar assistência técnica aos gabinetes de chefias de divisão, das diretorias dos departamentos de receita mobiliária e receita imobiliária e do secretário da fazenda;
  • orientar os contribuintes, quanto ao exato cumprimento de suas obrigações fiscais; 
  • outros serviços determinados pelo superior hierárquico. 

Como se inscrever no concurso da Prefeitura de Guarulhos SP

Interessados em concorrer a uma das ofertas deverão se cadastrar até o dia 25 de março de 2019 no site da banca organizadora do certame, que é a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). 

Será cobrada uma taxa de participação, no valor de R$ 98,86, e o seu pagamento deverá ser efetuado em qualquer agência bancária até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

Informações sobre a prova para ISS

O concurso da Prefeitura de Guarulhos será constituído de uma única etapa: prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório. Ela terá duração máxima de quatro horas e será aplicada na data prevista de 5 de maio de 2019. 

A parte de conhecimentos gerais contará com 80 questões, sendo 20 de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico, dez de informática e tecnologia da informação, dez de direito empresarial, dez de direito penal, dez de direito civil e dez de direito administrativo; e conhecimentos específicos será composto por 80 questões, sendo 25 de legislação de tributos municipais, 15 de auditoria, dez de contabilidade geral, 20 de direito tributário e dez de direito constitucional. 

Fonte: jcconcursos.uol.com.br

Post Author: Jornalista Dione Santos

Dione Santos é jornalista e pós-graduada em Comunicação Empresarial e Institucional